fbpx

Você sabe o que são Geodos e Capelas de Cristal?

Geodos e Capelas de Cristal

Os geodes ou geodos (do grego, geoides, terroso) são formações rochosas que ocorrem em rochas vulcânicas e ocasionalmente em rochas sedimentares. Quando partidos ao meio são denominados também de capelas pelo costume cultural de se colocar imagens de santos dentro deles. Os Geodos e as capelas são essencialmente cavidades que se formam nas rochas, apresentando-se revestidas por formações cristalinas, muitas vezes apresentando a forma de faixas concêntricas. O exterior dos geodos mais comuns é geralmente constituído por calcário, enquanto que o interior contém cristais de quartzo e/ou depósitos de calcedônia. Outros geodos apresentam-se completamente preenchidos com cristais, apresentando-se como uma massa sólida, e tomam o nome de nódulos.

Os geodos e capelas podem formar-se em qualquer cavidade enterrada, estas são geralmente bolhas de gás no interior de rochas ígneas, bolsas sob as raízes de árvores, vesículas em lava após uma erupção vulcânica ou mesmo tocas de animais. Com o tempo, a parede externa da cavidade endurece, e os silicatos e carbonatos dissolvidos depositam-se na superfície interior; o fornecimento lento de constituintes minerais pelas águas subterrâneas ou por soluções hidrotermais, permite a formação de cristais no interior da câmara oca. Ao longo de milhões de anos após a sua formação, o geodo regressa à superfície através de processos geológicos correntes.

O tamanho dos cristais, bem como a sua forma e tonalidade, são variáveis, tornando cada geodo e capela únicos, depende muito dos componentes que estavam no local onde o mineral se formou. Alguns são límpidos como cristais de quartzo e outros contêm cristais púrpura de ametista, citrino, aragonita etc…. Outros podem conter ágata, calcedônia ou jaspe. Não se pode dizer como é o interior de um geodo até que seja cortado ou partido, de forma a expor o seu interior.

Por vezes alguns geodos e capelas passam por uma coloração sintética com corantes artificiais. Amostras com cores incomuns e formações pouco prováveis, são geralmente produto de alteração sintética.

Os geodos são criados quando bolsões de ar se formam em rocha vulcânica quente. Com o passar do tempo, os cristais vão formando-se gradualmente à medida que água se infiltra e vaza no bolsão de ar. Os minerais contidos na água se depositam na rocha e se acumulam gradualmente para criar os cristais.

Os cristais de geodo têm aparência diferente dependendo do local onde se formaram. As cores dos cristais são majoritariamente determinadas pelos tipos de minerais presentes na água que se infiltra nos bolsões de ar. Alguns dos geodos mais impressionantes são encontrados na América do Sul. Esses geodos têm cristais roxo-escuros no centro e são chamados de geodos de ametista.

Um geodo enorme foi descoberto em 1999 na Espanha. Ele tinha 8 m de comprimento. Os cristais em seu interior são brancos e alguns chegam a um metro de comprimento. A hipótese é de que os cristais se formaram milhões de anos atrás quando boa parte do Mar Mediterrâneo evaporou e deixou sal no bolsão de ar do geodo, o que acabou tornando-se cristais.

Quando, há cerca de 200 anos , os lapidadores europeus pesquisavam o Brasil à procura de pedras, constituíram-se as Geodos-da-Sorte, as indicadoras dos caminhos aos mais belos locais de descoberta de Ametistas e Ágatas do mundo. Já que havia algo de sorte no encontro de belas “Ágatas-de-Água” com cristais, foram as Ágatas-de-Água chamadas de Geodos-da-Sorte. Também os indianos veneravam essas pedras preciosas, de interior vazio, como pedras curadoras, protetoras e da sorte. No fogo, elas brilhavam como carvões e deveriam afastar os maus espíritos.

Geodos e Capelas são especialmente úteis contra doenças da pele, protegem contra o surgimento excessivo de sardas e regulam, se portadas ao pescoço , falhas do sistema de pigmentação da pele. Elas também previnem doenças do couro cabeludo e se colocadas debaixo do travesseiro, os geodos aliviam as perturbações psicossomáticas.

Os geodos e capelas são indicados para se ter mais forças regeneradoras, beleza, irradiações do corpo, alívio de sofrimentos da alma, cura de moléstias da pele e de fundo emocional. Estes aglomerados de cristais fazem com que tudo de mau se afasta do corpo de seu portador, prevenindo-o contra falsos amigos, fazem com que seu portador, se sinta mais satisfeito e levantam, através de suas forças regeneradoras a beleza e a irradiação do corpo. Melhoram as dores espirituais e curam moléstias da pele. Transmitem autoconfiança e alegria de viver. Na meditação, essas pedras são muito apreciadas devido às suas flutuações suaves , que harmonizam a alma.

Você pode por um geodo ou capela em algum cômodo da sua casa ou escritório, assim ele vai irradiar energia e transmitir todas as suas virtudes para o local.