Conheça 5 excelentes Pedras para Proteção

A prática da Cristaloterapia é cada vez maior no mundo inteiro principalmente quando se usam Pedras para Proteção. O uso de cristas e pedras preciosas podem ajudar na sua saúde e bem-estar, sendo isso comprovado cientificamente. Em alguns momentos, você precisará ter um estudo e conhecimento maior sobre esses objetos para obter grandes resultados.

Existem cristais mais específicos para proteção, assim como existem outros mais direcionados a sucesso, relacionamentos e transmutação. Alguns são fáceis de achar e reconhecer, como a hematita — parece mercúrio cristalizado, com superfície reflexiva —, enquanto outras podem ter essa função aplicada se possuírem a cor vermelha ou formato triangular (não confundir com uma pedra em forma de pirâmide). Mesmo que alguns minerais tenham pré-disposição de proteger, quem desperta o poder nas pedras é você. Até usando um cristal branco de quartzo (muito comum e barato), seguindo as instruções para “programar” a função dele.

Aprenda a limpar, programar e energizar seus cristais através do nosso post: https://helenacristais.com.br/como-limpar-energizar-e-programar-pedras-e-cristais/

Conheça agora a nossa lista das 5 maravilhosas Pedras para Proteção:

Turmalina Negra e seus significados e propriedades

TURMALINA NEGRA

É  por excelência uma pedra de proteção capaz de absorver e dissipar todos os tipos de energia negativa, mesmo aquelas direcionadas propositalmente por magia negra ou sentimentos ruins como inveja e ódio.Ela tem ainda a incrível capacidade de captar a energia da atmosfera do Planeta (Ionosfera) e então emitir em todas as direções partículas carregadas conhecidas como íons, as quais são capazes de purificar o ar e a água além de promover melhoras no metabolismo. Esta interessante característica é útil também para reduzir os efeitos negativos de ondas eletromagnéticas de celulares e demais equipamentos eletrônicos.

Por sua capacidade de emitir radiação infravermelha na faixa de 9 mícrons, a Turmalina Negra é também útil para terapias, sendo muito recomendada para a melhora energética da circulação nos microvasos sanguíneos.A Turmalina Negra livra o corpo de radiações negativas e de bloqueios, que pesam sobre todo nosso sistema nervoso. Ela favorece a musculatura, melhora juntas e ossos sujeitos a dores.

No campo mental a turmalina negra deixa as pessoas com mais disposição, energia e voltados para a produção. No emocional ela é muito conhecida por auxiliar muitas pessoas ao redor do mundo a saírem de processos depressivos, alguns bastante severos até. No campo espiritual a turmalina negra consegue dissipar energias negativas dos ambientes com a sua poderosa energia mística, fazendo com que climas tensos se tornem mais amáveis e pessoas rudes se tornem mais flexíveis e receptivas.

Como ela trabalha muito com as energias negativas, é preciso ter um cuidado especial no que diz respeito a limpeza e energização desta pedra.Na psiquê, a Turmalina Negra libera e protege o nosso corpo de influências negativas, como também contra energias negativas de pessoas com as quais entramos em contato e de magia-negra. A Turmalina Negra é uma das mais poderosas pedras de proteção de nosso corpo e de nossa alma.

Na meditação, propicia nossos próprios desejos, consciência de nós mesmos e metas de vida. Ela traz luz e, em pouco tempo, uma elevação de consciência, promovendo uma forte concentração em níveis mais conscientes e espirituais. As turmalinas-Pretas tem uma função muito libertadora e esclarecedora sobre muitas das nossas questões em aberto.

É um cristal indicado para desconfianças, cobiça, inveja, ciúmes, consciência, influências negativas e magia negra. Radiação em geral, computadores, queimaduras de Sol, sensibilidade às mudanças do tempo, sistema nervoso vegetativo, coração, rins, artrite, pele.

As pedras pretas são muito poderosas, mas é importante, é necessário saber usá-las, porque, tal como o aspirador de pó, elas absorvem as impurezas, isto é, as energias negativas; e assim como o aspirador precisa ser limpo para uma nova e eficaz limpeza, elas também precisam. A limpeza das pedras pretas precisa e deve ser feita com maior regularidade do que as pedras comuns; afinal, elas fazem a “limpeza pesada”.

Algumas coisas são importantes frisar e mesmo repetir. Para usar pedras pretas e cristais, você precisa limpá-los, energizá-los, programá-los, conversar com eles, pedir-lhes ajuda, dizer que os ama, orar por eles e ainda fazer algum pedido específico ou especial.

Saiba mais sobre este cristal clicando AQUI.

Pedras para Cura

AMETISTA

O nome Ametista vem do Grego Amethystós e significa “não ébrio”. Isso porque é um dos melhores cristais para ajudar a libertar de vícios, principalmente o alcoolismo (daí seu nome “não ébrio”), liberta a necessidade dos excessos e amplifica o discernimento e o bom senso. Também ajuda em processos emocionais, afasta a culpa, a ilusão e tendências para o escapismo. Excelente para amenizar as tempestades emocionais,  estabilizar e a estar mais consciente de toda a agitação.

Os gregos acreditavam que essa pedra os protegia de feitiçaria, nostalgia, maus pensamentos, embriaguez, e da penetração dessas forças sobre o espírito. Acreditavam também que essa pedra podia transformar maus pensamentos em otimismo¸ libertando-nos de falsos amigos.

São inúmeros os benefícios da ametista para a psique humana. Este cristal faz com que seu portador possa fazer juízos corretos, favorece e fortalece verdadeiras amizades, ao mesmo tempo que afasta falsos amigos. As Ametistas difundem através de sua irradiação mais harmonia, senso de coesão da família, calor e sensação de renascimento. Durante a meditação, ela transmite impulsos agradáveis a respeito de alegria de viver, de participação e solução de problemas. Ao mesmo tempo, ela transmite um alto grau de paz, alegria, calma e harmonia. Um cordão de Ametistas infunde mais temperamento e uma difusão irresistível.

No corpo físico, a ametista auxilia na cura de diversos problemas, doenças e disfunções no  pâncreas, vasos sangüíneos, coração, cabelos, pele, cabeça, circulação, fígado, nervos, estresse.

Saiba mais sobre este cristal clicando AQUI.

Pedras para Cura

HEMATITA

O nome hematita vem do grego: hemos= sangue, em referência à cor vermelha do traço do mineral. É uma pedra opaca de cor cinzenta, encontrada em quase todo o mundo, principalmente no Brasil, Inglaterra, Alemanha e EUA. É um mineral de fórmula química óxido de ferro III, (Fe2O3), sendo constituído por 70% de Ferro e 30% de Oxigênio. É um mineral muito comum, sendo o principal constituinte do minério de ferro, possui brilho metálico e coloração preta, cinza, marrom, marrom avermelhado ou vermelho. As variedades são: “bloodstone”, rosa de ferro, minério do Kidney, martita (pseudomorfose por oxidação da Magnetita), pintura (hematita com brilho especular), hematita irisada e titano-hematita.

A hematita é um mineral que trabalha a metamorfose, incorporando elementos espirituais na forma física. A essência da hematita é de cor vermelha (quando passa por processos de polimento a água que escorre dela sai completamente vermelha) e por isso tem efeito direto sobre o sangue e sua circulação no corpo humano. O fato de a essência dessa pedra ser vermelha, em vez de preta-prateada, significa que a Hematita estimula o poder da energia criativa invisível inata (vermelho), ao mesmo tempo que estende sua influência à manifestação revelada (preto).

Hoje, o minério de ferro é largamente utilizado na indústria e está presente em nosso dia a dia sob diversas formas. Temos a utilização deste minério na produção de chinelos e colchões com ímãs com o objetivo de promover saúde, a água “magnetizada” com hematita se tornou um elixir popular e muito funcional, assim como chinelos e utensílios diversos.   A essência vermelha da Hematita exerce um efeito direto e revitalizante sobre o sangue humano e seu sistema circulatório. Ela é excelente pedra curativa para qualquer mal sanguíneo.     

Hematita é uma pedra de Alta Freqüência energética com a propriedade de movimentar ondas vibracionais capazes de promover desbloqueios energéticos, dissipando as toxinas e energias eletromagnéticas paradas. Em outras palavras, esta pedra é doadora incondicional de vida, movimento e ação. Ela é capaz de tratar inchaços pois movimenta e desbloquear a energia parada; trata de traumatismos localizados, provenientes de pequenas batidas ou pancadas, não deixando “ficar roxo” se colocada logo após. Trata da circulação sangüínea, produção e qualidade do sangue. É auxiliar no tratamento de anemias, favorecendo vibracionalmente a absorção do ferro pelo organismo, trazendo a revitalização orgânica. Tem também uma propriedade depurativa ajudando o organismo na eliminação de toxinas do sangue. Auxilia no alinhamento energético e também é auxiliar no fortalecimento do sistema imunológico de forma vibracional.

Outro aspecto é a utilização religiosa, sabemos que é uma importante pedra de “proteção”, pois representa um metal de muita conexão com divindades da guerra, os grandes Guerreiros Protetores. Hoje em dia é muito comum vermos pessoas utilizarem colares de pedras consagrados às energias Divinas Protetoras.

A hematita ocorre em rochas ígneas, metamórficas, sedimentares, como granitos, sienitos, traquitos, andesitos, hematita quartzitos (em camadas com grande espesura) e ambiente hidrotermal. Criada da terra e do éter gasoso, esta pedra energizante é devotada à essência do corpo luminoso, bem como o corpo físico fazendo uma ligação direta entre a essência do espírito e as frequências mais densas do plano terrestre. A Hematita é criada quando o ferro se oxida ao entrar em contato coma água, mostrando que essa pedra está intimamente ligada à água, e a água por sua vez é comparada com o sangue da Terra porque nutre todas as coisas vivas do planeta, tal como o sangue nas veias do corpo alimenta toda célula viva.

A Hematita tem efeitos maravilhosos sobre o sangue do nosso corpo. Ela é apropriada em quase todas as moléstias do sangue. Regula a pressão sangüínea e regenera as células. No caso do estreitamento das veias e dificuldade de circulação, a Hematita presta extraordinários serviços. Ela também provoca efeitos irradiantes sobre o organismo e é apropriada para absorver as irradiações da terra e da água. Colocada sob o travesseiro, ajuda a Ter sono mais profundo.

A Hematita constrói um escudo protetor sobre nós, permitindo-nos viver de maneira mais corajosa, sem dificuldades e com maior consciência de nossas metas. Não permite que as influências negativas penetrem em nós. As opressões da alma são minoradas. Ela nos oferece mais espontaneidade e alegria de viver. Desenvolvemos autoconfiança e podemos tomar rédeas das nossas vidas, tornando-nos menos dependentes dos outros. Na meditação, a Hematita irradia de modo que possamos viver com extraordinária calma. É muito apropriada como anel de proteção durante a meditação.

Saiba mais sobre este cristal clicando AQUI.

OLHO DE TIGRE

O olho de tigre é uma gema muito apreciada entre os países hindus e asiáticos por servir de ponte entre a nossa energia espiritual e a da Terra. Desde tempos antigos, esta pedra foi utilizada para afastar a energia negativa e proteger o seu portador.

Esta pedra preciosa absorve más energias, dá coragem e protege dos perigos. O olho de tigre possui uma forte energia Yang, de ação, que nos dá impulso para enfrentar desafios. Ajuda a focar a nossa motivação, para nos possibilitar a materialização dos objetivos e projetos a que nos propomos.

Por causa das muitas inclusões e da aparência quase iridescente deste cristal, a refração da luz representa um papel importante na maneira como a vê. Sua aparência varia constantemente, assim como várias pessoas mudam aos olhos dos outros.

O olho de tigre contribui para que seu portador encontre o caminho mais vantajoso e positivo para revelar sua energia ou sua luz interna. Ele atrai pessoas solidárias e bens materiais para aqueles que o usam. É muito efetivo contra a inveja e o mau olhado.

Esta pedra preciosa absorve más energias. Dá coragem e protege dos perigos.

As origens do Olho de Tigre remontam há muitos anos. Os árabes e os gregos acreditavam que o Olho de Tigre fazia com que o seu portador tivesse um temperamento alegre e lhe aguçava os sentidos. Ele protege contra influências negativas e fortalecia as amizades. Como pedra de proteção e curadora, o Olho de Tigre continua a merecer, hoje em dia, um grande apreço.

Os tigres são caçadores pacientes, sabem quando é o momento de esperar e quando é o momento de saltar. Esta é a característica chave deste cristal. O olho de tigre é a chamada “pedra da liberdade”, proporciona uma grande força interior da qual emanam decisões firmes.

Fixa a energia na concretização dos ideais. Interliga o espírito à matéria e vice-versa. Facilita o Ser a descobrir o seu lugar e papel na vida física, a se conhecer interiormente. Ajuda a reconhecer suas afinidades espirituais. É um cristal de força pessoal, integridade e capacidade de trazer o Céu à Terra.

O Olho de Tigre é uma gema que nos auxilia a fazer a ligação entre a nossa energia espiritual e a da Terra. Desde tempos antigos, esta pedra foi utilizada para afastar a energia negativa e proteger o seu portador.

É um dos cristais espirituais no Budismo e no Hinduísmo, pelo que é muito valorizado em vários países asiáticos. Ao nível físico, a energia da pedra Olho de Tigre é benéfica para diminuir os efeitos da asma e da bronquite.

Este cristal possui uma forte energia Yang, de ação, que nos dá impulso para enfrentar desafios. Ajuda a focar a nossa motivação, para nos possibilitar a materialização dos objetivos e projetos a que nos propomos.

Em termos emocionais amplia a auto-confiança. Mentalmente estimula a criatividade e a busca de novas soluções. Este é um cristal especialmente favorável à atividade laboral. Reforça a paciência, aumenta a assertividade e apura o instinto de atuar no momento certo. É uma gema que amplia a capacidade de liderança, baseada na sabedoria.

No Feng Shui, este cristal está relacionado com o setor Noroeste da casa. É uma das pedras do signo astrológico Touro.

O Olho de Tigre proporciona proteção no trabalho e sorte nos negócios, por isso é sempre favorável de usar nesse ambiente em qualquer tipo de joia. Utilizar um Olho de Tigre na carteira ajuda a trazer fluxo de dinheiro para o nosso dia a dia. As práticas de meditação com esta gema, tendem a atingir níveis de maior profundidade.

O Olho de Tigre tem uma aspecto muito distinto devido às suas faixas douradas, amarelas e castanhas. Na escala de Mohs tem um grau de dureza entre 6,5 e 7 e suas principais jazidas estão localizadas na África do Sul, Namíbia e Índia

Olho de tigre é uma gema que exibe acatassolamento apresentando normalmente cor amarela a vermelho-marrom, com um lustre sedoso. Trata-se de crocidolita silicificada, um clássico exemplo de pseudomorfismo. Uma variedade de não totalmente silicificada é chamada olho de falcão. Um membro do grupo do quartzo, suas propriedades físicas e visuais são idênticas ou muito próximas às propriedades de um cristal simples de quartzo

As gemas são geralmente lapidadas em cabochão para melhor exibirem o efeito de acatassolamento. Pedras de cor vermelha são obtidas por tratamento térmico. Pedras do cor-de-mel são usadas para imitar a muito mais valiosa variedade de crisoberilo olho-de-gato (cimófano), porém e o efeito final não é convincente.

Ferro tigre (tiger iron) é uma rocha alterada composta de olho-de-tigre, jaspe vermelho e hematita negra. As camadas de cores e listras onduladas e contrastantes fazem dela um atrativo. É usado como material ornamental em várias aplicações, de gemas facetadas em cabochão (gemas convexas polidas) a cabos de facas. Junto com o olho-de-tigre é encontrado e explorado sobretudo na América do Sul e Austrália Ocidental.

Saiba mais sobre este cristal clicando AQUI.

GRANADA

Seu nome tem origem no latim, “granatus”, que significa grão. A granada é uma gema que pode ter várias cores, exceto azul. Os tons rubros vão desde o framboesa ao vermelho cor de sangue. Já os tons de verde são equivalentes aos das esmeraldas, existindo ainda granadas em tonalidades de amarelo, laranja e castanho. Os variados aspectos das granadas possibilitam uma utilização adequada a todos os gostos e acessível a todos os bolsos. O nome granada não designa uma gema, mas um grupo de gemas.

Os efeitos terapêuticos da granada vão desde benefícios ao coração até efeitos extraordinários sobre os órgãos e genitais. Acredita-se que, quem use granada, terá vida sexual ativa até idade avançada!

A granada tem poder de interromper o sangramento e cura as doenças causadas pela formação de pedras no corpo, estimulando o vigor e a vitalidade, A granada é, também, muito benéfica para a parte psíquica: é guardiã das amizades verdadeiras, auxilia nos problemas do casamento. Observou-se, inclusive, que a granada quando em ambiente hostil muda de cor, isto é, escurece diante de fases difíceis. Quando reconhece os problemas, a granada os ameniza e só então volta a brilhar com o vermelho da paixão.Tenha, portanto, sempre uma granada ao seu alcance, seja como pedra, seja num colar, brinco, anel ou pulseira.

Saiba mais sobre este cristal clicando AQUI.

Compre suas Pedras para Proteção aqui:
https://helenacristais.com.br/categoria-produto/pedras-e-cristais-para/pedras-de-protecao/

Turmalina Melancia e seus significados e propriedades

A Turmalina Melancia é a combinação de energias que se amplificam e se equilibram mutuamente. Trata-se de uma Turmalina de duas cores, que reúne numa só pedra, as propriedades das turmalinas verde e rosa.

É uma pedra que nos ensina o significado da alegria, mesmo em momentos difíceis, ajudando-nos a realçar e a percepcionar a beleza em tudo o que se vive e experimenta. É uma poderosa ajuda contra o stress emocional. A sua energia é calmante e rapidamente alivia de um estado de zanga ou ressentimento.

Espiritualmente, a Turmalina Melancia fortalece a energia do coração, ajudando a gerar um poderoso campo de energia de Amor e Compaixão, essenciais para qualquer tipo de cura. Óptima para o emocional, pois ajuda nas crises de histeria e dramatismo, conduzindo essas energias a uma rápida acalmia e harmonização. Também recomendada para crianças hiperativas.

A Turmalina Melancia tem efeitos curativos sobre o nosso coração e sobre nossa circulação sangüínea, regulando os batimentos cardíacos. Ela é útil nos casos de exaustão, problemas reumáticos dos ossos e das juntas. Também têm propriedades muito liberadoras sobre os sentimentos de culpa e sobre melancolia. Elas ativam mais a alegria de viver, fazem-nos rir mais, libertam-nos de angústias antes de provas e de angústias existenciais em geral da vida cotidiana.

Na meditação, ela é uma pedra poderosa para o chakra do coração. Indicada para o fortalecimento do caráter, amizade, amor, feridas emocionais, sensação de culpa, melancolia, alegria de vida. Coração, circulação sangüínea, regulação do pulso, reumatismo, dentes, perturbações da digestão.

Uma espiral de cobre amplia e aumenta consideravelmente o poder da Turmalina Melancia. Este cristal beneficia a todos que se sentirem atraídos por ele.

A Turmalina melancia é muito popular na Índia. Nos tempos antigos, era muito apreciada pelos homens. Os índios usavam anéis e com esta pedra como um amuleto que pode aumentar a atratividade. Este tipo de Turmalina foi considerado como um afrodisíaco natural. Tão poderoso que as mulheres eram proibidas de usar a sua influência para não se tornarem muito sedutoras e irrestritas.

Todos os cristais hemimórficos são piezoeléctricos e frequentemente também piroelétricos. Quando aquecidos, os cristais da turmalina tornam-se carregados electricamente – positivamente numa extremidade e negativamente na outra, tal como uma bateria. Devido a este efeito os cristais de turmalina em colecções podem apresentar uma camada de pó pouco recomendável quando exibidos sob luzes que produzam muito calor. As propriedades eléctricas pouco comuns da turmalina tornaram-na famosa no século XVIII.

Os minerais do grupo da turmalina constituem um dos mais complexos grupos de minerais de silicato quanto à sua composição química, sendo todos eles ciclossilicatos. Trata-se de um conjunto de minerais de silicato de boro e alumínio, cuja composição é muito variável devido às substituições isomórficas (em solução sólida) que podem ocorrer na sua estrutura. Os elementos que mais comumente participam nestas substituições são o ferro, o magnésio, o sódio, o cálcio e o lítio existindo outros elementos que podem também ocorrer.

As turmalinas em geral apresentam uma grande variedade de cores. Geralmente as turmalinas ricas em ferro vão desde o preto ou preto-azulado ao castanho escuro; aquelas ricas em magnésio são castanhas a amarelas e as turmalinas ricas em lítio apresentam-se praticamente em todas as cores do arco-íris, azul, verde, vermelho, amarelo ou cor-de-rosa etc. Muito raramente são incolores. Os cristais bicoloridos e multicoloridos são relativamente comuns, refletindo variações da composição do fluido durante a cristalização. Os cristais podem ser verdes numa extremidade e cor-de-rosa na outra ou verdes no exterior com interior cor-de-rosa (este último tipo é por vezes chamado turmalina melancia).

A variedade mais comum de turmalina é a schorl, descrita pela primeira vez por Johannes Mathesius em 1524. Estima-se que possa corresponder a 95% ou mais de toda a turmalina existente na natureza. O significado da palavra schorl é um mistério tratando-se talvez de uma palavra de origem escandinava.

Gemas de turmalina, vivamente coloridas, provenientes de Sri Lanka, foram trazidas para a Europa em grandes quantidades pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais, para satisfazer a sua procura como objecto de curiosidade e como gema. Nessa altura não se sabia que a schorl e a turmalina eram o mesmo mineral.

A Turmalina tem clivagem prismática boa e pobre clivagem romboédrica. A sua fractura é subconchoidal a regular. Tem dureza 7-7.5 e o seu peso específico é de 2.9-3.2, a densidade é mais elevada nas espécies portadoras de ferro. Vai de transparente a opaca com lustre vítreo, por vezes resinoso em espécimes escuros.

A turmalina cristaliza no sistema trigonal e apresenta-se geralmente sob a forma de cristais de longos e delgados a prismáticos e colunares grossos geralmente com secção triangular. Um fato interessante é que as terminações dos cristais são assimétricas (hemimorfismo).

Os cristais prismáticos delgados são comuns num granito de grão fino chamado aplito frequentemente formando um padrão radial. A turmalina é distinguida pelos seus prismas de três faces; nenhum outro mineral comum apresenta três faces. Os prismas têm frequentemente estriações verticais bem marcadas que produzem um efeito triangular arredondado. A turmalina é muito raramente euédrica. Uma excepção eram as dravites de Yinnietharra, Austrália ocidental. O depósito foi descoberto nos anos 70 mas infelizmente encontra-se já esgotado.

VEJA TAMBÉM:

Turmalina Negra

Turmalina Azul

Turmalina Verde

Turmalina Rosa

FICHA TÉCNICA DA TURMALINA MELANCIA

Chakra: Sexto, quinto, quarto

Planeta: Vênus

Mês: Outubro

Origem:  Brasil, Paquistão e África

Signo: Câncer, Libra, Escorpião e Capricórnio

Profissões: Eletricista, Minerador, Garimpeiro, Telefonista

Dureza: 7-7-5  Mohs

Composição:  Na(Li1.5,Al1.5Al6Si6O18(BO3)3(OH)4

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Altera a estrutura celular
  • Mudança dos conceitos rígidos
  • Expansão da Consciência
  • Elimina os estigmas sociais internalizados na personalidade
  • Elimina a compreensão distorcida da realidade
  • Elimina os comportamentos fanáticos
  • Harmoniza os papéis masculino e feminino do ser humano
  • Ajuda a eliminar a intolerância, a culpa, o conflito interno

Efeitos terapêuticos:

  • Melhora o metabolismo e todas as funções endócrinas (glândulas)
  • Nos sensitivos ajuda a focar diretamente as projeções curativas
  • Desobstrui e descongestiona a energia vital
  • Previne e complementa o tratamento do câncer.
  • Melhora a irritabilidade, a insônia
  • Ajuda na resolução de sintomas físicos como aftas, úlceras bucais, boca amarga
  • Sensação de ardor ao urinar, muitas vezes associada com hematúria (sangue na urina)
  • Epistaxes (sangramento nasal)

Turmalina Azul e seus significados e propriedades

Turmalina Azul e seus significados e propriedades

A Turmalina Azul também conhecida como Elbaite, são muito raras e podem ser ricas em lítio, sódio e alumínio. Elas têm basicamente a mesma qualidade da turmalina verde, vermelha ou Melancia, embora produza benefícios para a parte superior do tronco, o sistema pulmonar e o sistema imunológico. Se você se sente mais atraído pela Turmalina Azul do que pelas outras Turmalinas é melhor seguir sua intuição. Alguns acreditam que essa pedra tem uma natureza religiosa e que seu propósito é o de ensinar a espiritualidade a cada um. Por isso é conhecida como pedra da boa conversa e da negociação.

Há muito tempo que a turmalina é usada tanto por cientistas quanto por metafísicos. A Turmalina Azul é muito rara, o que a torna uma peça cara no mercado tanto por sua raridade quanto por suas propriedades curativas que têm atraído cada vez mais a atenção de quem quer que esteja buscando por um estilo de vida mais saudável e equilibrado.

A Turmalina Azul retira do usuário os elementos que causam problemas específicos e dissipa os efeitos da energia negativa na existência das pessoas. Traz clareza e calma, o que ajuda o corpo a viver sem tensões. No sentido espiritual, ajuda-nos a ganhar um conhecimento mais equilibrado do propósito da existência. Ela não dá respostas, mas é capaz de trazer luz informações estarrecedoras ou por vezes dolorosas.  Em comparação com outras pedras, as Turmalinas em geral têm uma propriedade única e curiosa que talvez explique o seu poder de concentração: Quando aquecido, um cristal de Turmalina desenvolve cargas elétricas  opostas em suas extremidades.

Todos os cristais hemimórficos são piezoeléctricos e frequentemente também piroelétricos. Quando aquecidos, os cristais da turmalina tornam-se carregados eletricamente – positivamente numa extremidade e negativamente na outra, tal como uma bateria. Devido a este efeito os cristais de turmalina em coleções podem apresentar uma camada de pó pouco recomendável quando exibidos sob luzes que produzam muito calor. As propriedades eléctricas pouco comuns da turmalina tornaram-na famosa no século XVIII.

As Turmalinas Azuis têm propriedades curativas sobre nosso pulmões e sobre os órgãos da respiração, bem como sobre o cérebro. Ela promove uma melhor simbiose do pulmão e da troca dos gases e o abastecimento do oxigênio. Na psique, as Turmalinas Azuis propiciam mais autonomia e capacidade de se desembaraçar de complicações, agilidade no trato de negócios e capacidade de pensar empresarialmente. Na meditação, ajuda a dinamizar os processos criativos e nos proporciona paz, equilíbrio e purificação.

É uma pedra muito indicada para quem necessita desenvolver o pensamento empresarial, independência, auto-expressão, confiança em si mesmo. No corpo físico ela trabalha nos órgãos da respiração, pulmões, brônquios, alivia a dificuldade de audição e perturbações da concentração, cérebro, sistema nervoso, acalma a mente perturbada.

A Turmalina Azul é encontrada com mais frequência no Brasil, Paquistão e África.

Os minerais do grupo da turmalina constituem um dos mais complexos grupos de minerais de silicato quanto à sua composição química, sendo todos eles ciclossilicatos. Trata-se de um conjunto de minerais de silicato de boro e alumínio, cuja composição é muito variável devido às substituições isomórficas (em solução sólida) que podem ocorrer na sua estrutura. Os elementos que mais comumente participam nestas substituições são o ferro, o magnésio, o sódio, o cálcio e o lítio existindo outros elementos que podem também ocorrer.

As turmalinas em geral apresentam uma grande variedade de cores. Geralmente as turmalinas ricas em ferro vão desde o preto ou preto-azulado ao castanho escuro; aquelas ricas em magnésio são castanhas a amarelas e as turmalinas ricas em lítio apresentam-se praticamente em todas as cores do arco-íris, azul, verde, vermelho, amarelo ou cor-de-rosa etc. Muito raramente são incolores. Os cristais bicoloridos e multicoloridos são relativamente comuns, refletindo variações da composição do fluido durante a cristalização. Os cristais podem ser verdes numa extremidade e cor-de-rosa na outra ou verdes no exterior com interior cor-de-rosa (este último tipo é por vezes chamado turmalina melancia).

A variedade mais comum de turmalina é a schorl, descrita pela primeira vez por Johannes Mathesius em 1524. Estima-se que possa corresponder a 95% ou mais de toda a turmalina existente na natureza. O significado da palavra schorl é um mistério tratando-se talvez de uma palavra de origem escandinava.

Gemas de turmalina, vivamente coloridas, provenientes de Sri Lanka, foram trazidas para a Europa em grandes quantidades pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais, para satisfazer a sua procura como objecto de curiosidade e como gema. Nessa altura não se sabia que a schorl e a turmalina eram o mesmo mineral.

A Turmalina tem clivagem prismática boa e pobre clivagem romboédrica. A sua fractura é subconchoidal a regular. Tem dureza 7-7.5 e o seu peso específico é de 2.9-3.2, a densidade é mais elevada nas espécies portadoras de ferro. Vai de transparente a opaca com lustre vítreo, por vezes resinoso em espécimes escuros.

A turmalina cristaliza no sistema trigonal e apresenta-se geralmente sob a forma de cristais de longos e delgados a prismáticos e colunares grossos geralmente com secção triangular. Um fato interessante é que as terminações dos cristais são assimétricas (hemimorfismo).

Os cristais prismáticos delgados são comuns num granito de grão fino chamado aplito frequentemente formando um padrão radial. A turmalina é distinguida pelos seus prismas de três faces; nenhum outro mineral comum apresenta três faces. Os prismas têm frequentemente estriações verticais bem marcadas que produzem um efeito triangular arredondado. A turmalina é muito raramente euédrica. Uma excepção eram as dravites de Yinnietharra, Austrália ocidental. O depósito foi descoberto nos anos 70 mas infelizmente encontra-se já esgotado.

VEJA TAMBÉM:

Turmalina Negra

Turmalina Verde

Turmalina Rosa

Turmalina Melancia

FICHA TÉCNICA DA TURMALINA AZUL

Chakra: Sexto, quinto, quarto

Planeta: Vênus

Mês: Outubro

Origem:  Brasil, Paquistão e África

Signo: Câncer, Libra, Escorpião e Capricórnio

Profissões: Eletricista, Minerador, Garimpeiro, Telefonista

Dureza: 7-7-5  Mohs

Composição:  Na(Li1.5,Al1.5Al6Si6O18(BO3)3(OH)4

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Autonomia
  • Capacidade de se desembaraçar de complicações
  • Agilidade no trato de negócios
  • Capacidade de pensar empresarialmente
  • Dinamiza os processos criativos
  • Proporciona paz
  • Equilíbrio
  • Purificação
  • Proteção
  • Empreendedorismo
  • Independência
  • Auto-expressão
  • Confiança em si mesmo

Efeitos terapêuticos:

  • Órgãos da respiração
  • Pulmões
  • Brônquios
  • Alivia a dificuldade de audição
  • Alivia perturbações da concentração
  • Cérebro
  • sistema nervoso
  • Acalma a mente perturbada
  • Simbiose

Turmalina Verde e seus significados e propriedades

Turmalina-Verde e seus significados e propriedades: A Turmalina Verde foi, desde os antigos gregos, a pedra que trazia luz à escuridão. A palavra Turmalina tem origem no Cingalês “tura mali”, que significa a pedra que atrai a cinza (uma referência às suas propriedades piroelétricas). 

Todos os cristais hemimórficos são piezoeléctricos e frequentemente também piroeléctricos. Quando aquecidos, os cristais da turmalina tornam-se carregados electricamente – positivamente numa extremidade e negativamente na outra, tal como uma bateria. Devido a este efeito os cristais de turmalina em colecções podem apresentar uma camada de pó pouco recomendável quando exibidos sob luzes que produzam muito calor. As propriedades eléctricas pouco comuns da turmalina tornaram-na famosa no século XVIII.

Dizem as lendas egípcias que as Turmalinas passaram ao longo de um arco-íris em sua ascensão a partir do centro da Terra, assumindo assim todas as belas cores do espectro. A Turmalina Verde era considerada a pedra que trazia luz à escuridão. Na mitologia iluminavam com essa pedra, as Deusas e seus Templos.

A Turmalina Verde ou Verdelita, Verdelite, Esmeralda Brasileira, é uma pedra preciosa majestosa que tem grandes efeitos curativos e capacidade incomum para tornar-se eletricamente carregada. Se você mover sua energia e pensamento para altas frequências a Turmalina Verde pode restaurar a força da mente e do espírito.

Sua energia curativa é extremamente grande, que é capaz de tratar também problemas de saúde das plantas e animais. De todas as pedras preciosas, essa é a que tem mais propriedades rejuvenescedoras. Verde é a cor clássica para cristais com poderes de cura e restauração, e no caso das turmalinas, é uma das mais valiosas.

Os minerais do grupo da turmalina constituem um dos mais complexos grupos de minerais de silicato quanto à sua composição química, sendo todos eles ciclossilicatos. Trata-se de um conjunto de minerais de silicato de boro e alumínio, cuja composição é muito variável devido às substituições isomórficas (em solução sólida) que podem ocorrer na sua estrutura. Os elementos que mais comumente participam nestas substituições são o ferro, o magnésio, o sódio, o cálcio e o lítio existindo outros elementos que podem também ocorrer.

As turmalinas em geral apresentam uma grande variedade de cores. Geralmente as turmalinas ricas em ferro vão desde o preto ou preto-azulado ao castanho escuro; aquelas ricas em magnésio são castanhas a amarelas e as turmalinas ricas em lítio apresentam-se praticamente em todas as cores do arco-íris, azul, verde, vermelho, amarelo ou cor-de-rosa etc. Muito raramente são incolores. Os cristais bicoloridos e multicoloridos são relativamente comuns, refletindo variações da composição do fluido durante a cristalização. Os cristais podem ser verdes numa extremidade e cor-de-rosa na outra ou verdes no exterior com interior cor-de-rosa (este último tipo é por vezes chamado turmalina melancia).

A variedade mais comum de turmalina é a schorl, descrita pela primeira vez por Johannes Mathesius em 1524. Estima-se que possa corresponder a 95% ou mais de toda a turmalina existente na natureza. O significado da palavra schorl é um mistério tratando-se talvez de uma palavra de origem escandinava.

Gemas de turmalina, vivamente coloridas, provenientes de Sri Lanka, foram trazidas para a Europa em grandes quantidades pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais, para satisfazer a sua procura como objecto de curiosidade e como gema. Nessa altura não se sabia que a schorl e a turmalina eram o mesmo mineral.

A Turmalina tem clivagem prismática boa e pobre clivagem romboédrica. A sua fractura é subconchoidal a regular. Tem dureza 7-7.5 e o seu peso específico é de 2.9-3.2, a densidade é mais elevada nas espécies portadoras de ferro. Vai de transparente a opaca com lustre vítreo, por vezes resinoso em espécimes escuros.

A turmalina cristaliza no sistema trigonal e apresenta-se geralmente sob a forma de cristais de longos e delgados a prismáticos e colunares grossos geralmente com secção triangular. Um fato interessante é que as terminações dos cristais são assimétricas (hemimorfismo).

Os cristais prismáticos delgados são comuns num granito de grão fino chamado aplito frequentemente formando um padrão radial. A turmalina é distinguida pelos seus prismas de três faces; nenhum outro mineral comum apresenta três faces. Os prismas têm frequentemente estriações verticais bem marcadas que produzem um efeito triangular arredondado. A turmalina é muito raramente euédrica. Uma excepção eram as dravites de Yinnietharra, Austrália ocidental. O depósito foi descoberto nos anos 70 mas infelizmente encontra-se já esgotado.

A Turmalina-Verde, diferente de suas outras colorações, possui características únicas do espectro. Isso porque cada cor apresenta um diferente elemento na composição do cristal e uma diferente vibração. A Turmalina-Verde é enormemente calmante e repousante e tem um forte efeito curativo sobre as problemas e doenças psicossomáticas. Em meditação, ela é uma portadora de luz e nos ajuda a conseguir melhor as nossas metas proporcionando bem-estar do corpo e da alma. Através de suas propriedades poláricas, as Turmalinas retiram energias que bloqueiam nosso corpo, espírito e alma trazendo  bem estar.

A Turmalina Verde penetra no coração e na nossa circulação sanguínea, fortalece o músculo cardíaco, veias, artérias e pulmões. A troca de oxigênio dos pulmões é favorecida e através do coração é regulada a pressão arterial. É muito indicada pessoas com problemas de depressão, doenças psicossomáticas e sistema nervoso.

VEJA TAMBÉM:

Turmalina Negra

Turmalina Azul

Turmalina Rosa

Turmalina Melancia

FICHA TÉCNICA DA TURMALINA VERDE

Chakra: Quarto

Planeta: Vênus

Mês: Outubro

Origem:  Brasil, Rússia, Itália, Áustria, Índia, Paquistão

Signo: Câncer, Libra, Escorpião e Capricórnio

Dureza: 7-7-5  Mohs

Composição:  Borossilicato Complexo de Alumínio de composição variável

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Rejuvenecedora
  • Família
  • Parceria
  • Solução de conflitos
  • Proteção
  • Retificação das metas
  • Calma
  • Energia

Efeitos terapêuticos:

  • Circulação sanguínea
  • Fortalece o músculo cardíaco, veias, artérias e pulmões
  • Favorece a troca de oxigênio dos pulmões
  • Coração
  • Pressão arterial
  • Glândulas linfáticas
  • Tiróide
  • Fígado
  • Rins
  • Infecções
  • Febre
  • Gripe
  • Acúmulo de gordura
  • Nervos
  • Sistema nervoso
  • Arteriosclerose