Jaspe Pipoca e seus significados e propriedades

Jaspe Pipoca e seus significados e propriedades

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE PIPOCA

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Verde e seus significados e propriedades

Jaspe Verde

O Jaspe Verde é o mais raro e também o mais valioso,  podendo-se encontrar em tons mais claros ou mais escuros de verde. É uma pedra conhecida pelas propriedades de acalmar o espírito, serve também para afastar os fantasmas, restaura o equilíbrio do corpo emocional e ajuda a assumir o controle dos pensamentos e emoções. Além de tudo isso, o Jaspe Verde é uma das melhores pedras para garantir um sono tranquilo, esta pedra estimula a estamina e a resistência aumentando a quantidade de “chi” ou força de vital na aura. Nos desperta coragem para enfrentar situações difíceis e desagradáveis, estimulando a justiça. Tem a capacidade de clarear as lembranças de forma eficaz assim como os sonhos.

Jaspe verde é uma ótima pedra para saúde, promovendo equilíbrio, trazendo a cura para doenças e processos obsessivos. Ajuda na expressão, verbalizando o que vai no seu coração. Boa para ser usada em períodos de mudança pois auxilia no raciocínio rápido.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE VERDE

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Raciocínio rápido
  • Verbalização
  • Afasta fantasmas
  • Ajuda a se recordar de sonhos e lembranças
  • Memória
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Sanguíneo Heliotropo e seus significados e propriedades

Jaspe Sanguíneo Heliotropo e seus significados e propriedades

O Jaspe Sanguíneo Heliotropo é um mineral excelente para proteção também é conhecido como a pedra dos xamãs por transformar negatividade. Possui a habilidade de equilibrar as energias yin e yang e é um facilitador seguro no trabalho astral, desintoxica o fígado e melhora a circulação sanguínea, as varizes e as hemorróidas. Além disso é excelente para quem sente muito frio pois possui o elemento Fogo muito forte em si.

O Jaspe Heliotropo foi usado por cristãos medievais que esculpiam nele as cenas da crucificação e mártires, o que levou a ser conhecido também como a pedra dos mártires. As inclusões vermelhos parecem manchas de sangue, assim em Inglês este mineral recebe nome de bloodstone, o nome de heliotropo ( do grego ήλιος helios, sol, τρέπειν trepein, girar), debatido por várias noções antigas sobre a maneira em que o mineral reflete a luz. O heliotropo ajuda a nos proteger, a limitar e a rejeitar influências indesejáveis, dá calma em casos de agressão, ajuda a adaptar-se a situações imprevistas e a manter o controle em qualquer situação. Estimula a atividade sonho.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE SANGUÍNEO HELIOTROPO

Chakra: Base

Elemento: Fogo

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Escorpião

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Calma
  • Ajuda a controlar a agressividade
  • Rejeita as influências malignas
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Baço
  • Sangue
  • Frio excessivo
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Brechado e seus significados e propriedades

Jaspe Brechado e seus significados e propriedades

O Jaspe Brechado ou Jaspe Brecha é constituído de Jaspe-vermelho, contendo fragmentos angulares e inclusões escuras, o nome Jaspe Brecha é proveniente das composições de seus campos pretos e vermelhos. Os índios respeitavam o Jaspe Brechado como pedra de fertilidade, de prazer sexual, que ajudava seu usuário a encontrar o verdadeiro amor e fidelidade eterna. É uma pedra que protege a família de maus espíritos, preservando-a de catástrofes. É considerada uma pedra protetora contra vibrações negativas.

Além disso, o Jaspe Brechado possui diversos benefícios para o corpo físico pois absorve a irradiação da terra e da água, ajuda contra os distúrbios do sono, acalma o estômago e os nervos. Usado como cordão em volta do pescoço, tem efeito curativo sobre a tireóide, pele inchada, unhas quebradiças, problemas com o cabelo e perda de potência.

Este mineral nos ajuda a ter pensamentos mais positivos, a reduzir as energias negativas, proporcionando uma vida mais harmoniosa. Sentimo-nos menos confrontados com problemas do dia-dia. Na meditação, ele penetra melhor em nossa alma através do chakra do plexo solar, ajudando-nos a ativar nossa energia vital e a reduzir energias doentias. O Jaspe Brechado nos mostra o caminho para o amor e a amizade, e maior compreensão para com os outros. É uma pedra que purifica nossa alma muito indicado para quem sofre de radiação da terra e da água, distúrbios do sono, acalma o estômago e os nervos, tireóide, pele inchada, unhas, problemas com o cabelo, perda de potência.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE BRECHADO

Chakra: Base e Plexo Solar

Elemento: Terra e Água

Origem:  África do Sul, China, México, USA

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  SiO2 Manganês, ferro, hematita

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Proteção para a família
  • Absorve a irradiação da terra e da água
  • Compreensão
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Tireóide
  • Pele
  • Unha
  • Cabelos
  • Falta de apetite sexual
  • Impotência
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Olho de Pássaro e seus significados e propriedades

Jaspe Olho de Pássaro e seus significados e propriedades

O Jaspe Olho de Pássaro  promove criatividade em períodos de mudança e de progresso, ajuda a seguir em frente e a fazer as coisas acontecerem em sua vida. Estas pedras costumam chegar no momento em que o indivíduo está pronto para resolver e concluir questões pendentes em suas vida. Ajuda a escutar de uma forma mais fácil sem distorcer a mensagem, equilibra as energias masculinas e femininas. Além disso é ótima para aprendermos a desfrutar do nosso potencial.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE OLHO DE PÁSSARO

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Promove criatividade em períodos de mudança e de progresso
  • Ajuda a seguir em frente e a fazer as coisas acontecerem em sua vida
  • Ajuda a escutar de uma forma mais fácil sem distorcer a mensagem
  • Equilibra as energias masculinas e feminina
  • Proteção
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Flor e seus significados e propriedades

Jaspe Flor e seus significados e propriedades

O Jaspe Flor  é muito utilizado para para levantar os ânimos e trazer alegria, nutrindo nosso desejo interior de calma com nossos desejos externos. Protege de situações perigosas e equilibra essas tendências com o desejo de variedade, aventura e novas experiências. É uma pedra fisicamente estabilizadora, traz bem-estar, fortalece o sistema imunológico, cura feridas e purifica o sangue.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE FLOR

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Alegria
  • Desejo de viver
  • Motivação
  • Proteção
  • Estabilidade
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema Imunológico
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Folha e seus significados e propriedades

Jaspe Folha e seus significados e propriedades

O Jaspe Folha possui tons de preto, cinza e bege; e alguns raros espécimes verde e vermelho. É uma pedra muito usada para aterramento e proteção, excelente para ser utilizada como âncora durante viagens astrais. Fortalece a força de vontade,  promove clareza mental,  ajuda na concentração, traz calma, paz e serenidade e melhora o sistema imunológico.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE FOLHA

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Proteção
  • Aterramento
  • Âncora para viagens astrais
  • Força de vontade
  • Clareza mental
  • Concentração
  • Calma
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema imunológico
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Orbicular e seus significados e propriedades

Jaspe Orbicular e seus significados e propriedades

O Jaspe Orbicular possui padrões espiralados que simbolizam a interligação de que a natureza é cíclica, rítmica e fluida. Nos ajuda  a lidar com a mudança. Suas marcas circulares ressoam com a respiração circular, que esta pedra facilita, e com qualquer coisa que avance em ciclos e circule. Sua energia é suave e traz à superfície questões não resolvidas ou escondidas, ajudando a olhar o futuro de modo positivo, aceitando a responsabilidade por si mesmo, trazendo  paciência e aliviando o estresse. 

Na meditação, o Jaspe Orbicular leva seu usuário a reivindicar sua sabedoria e a transmutar o mau uso que fez em qualquer época do poder espiritual, esta pedra ensina o uso sábio do poder e da vontade. É excelente para terapeutas e conselheiros pois ajuda  a se amar e a amar os outros, e a se colocar no lugar do outro com relação às necessidades emocionais e mentais enquanto se mantém objetivo e desapegado.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE ORBICULAR

Chakra: Base

Elemento: Terra e Ar

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Auxilia com as mudanças
  • Traz fluidez
  • Facilita com questões não resolvidas
  • Empatia
  • Paciência
  • Alivia o estresse
  • Desapego
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema respiratório
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Picture e seus significados e propriedades

Jaspe Picture e seus significados e propriedades

O Jaspe Picture ou Jaspe Paisagem como ele é também chamado, é uma magnífica pedra que tem a capacidade de nos proporcionar um enorme conforto em determinados períodos de tempo em que possamos estar com um maior índice de Stress, trazendo generosamente da sua parte uma tranquilizante imensa e plenitude de paz. Este um mineral transporta com ele uma ou várias mensagens codificada do passado que estão inscritas nas suas inclusões (que nos fazem lembrar paisagens).

O Jaspe Picture deve seu nome às inclusões de manganês que parecem paisagens. Desde os tempos antigos, o Jaspe Picture foi utilizado na confecção de objetos de enfeite e de arte. Foram encontradas grandes lascas de Jaspe Picture, principalmente no Arizona (EUA), nas quais após trabalhadas, é possível vislumbrar diversas imagens e paisagens.

O Jaspe Picture é também muito usada na cristaloterapia em tratamentos de cura. Pois tem a faculdade de conseguir unificar todos os aspectos das nossas vidas, mesmo as de Vidas Passadas. Ele nos faz relembrar que um dos principais deveres do ser humano é o do compromisso moral em ajudar o seu semelhante. Fornece-nos proteção, tendo ele também a capacidade de absorver as energias mais densas e negativas. Ele ainda estimula a honestidade, transmite determinação em todas as atividades, proporciona coragem para enfrentar os problemas de forma mais positiva, auxilia a ter um raciocínio rápido, apoia em situações de conflitos e promove a capacidade de organização.

Esta fabulosa Pedra de Jaspe Picture facilita também as “viagens” xamânicas, bem como nos faz ter recordações nítidas dos sonhos. No campo emocional, o Jaspe Picture faz com que sentimentos de culpa ocultos, a inveja, ódio e amor e pensamentos que normalmente são postos de lado, tanto em Vidas Passadas como também na vida presente, consigam desenraizar-se e virem ao cimo para serem finalmente compreendidos e em caso de necessidade, ter a possibilidade de serem tratados.

A água preparada com Jaspe Picture tem propriedades positivas para a digestão (alivia a azia), e também ação purificante sobre todo o corpo, embelezando mãos e pele, tornando as unhas saudáveis e os cabelos brilhosos.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE PICTURE

Chakra: Plexo Solar

Elemento: Terra

Origem:  África do Sul e Arizona-EUA

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Alegria de viver e Bem estar
  • Intuição
  • Previsão do futuro
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Baço
  • Rins
  • vesícula
  • Fígado
  • Digestão
  • Azia
  • Pele
  • Unhas
  • Cabelos
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Estômago
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Olho de Ferro e seus significados e propriedades

Jaspe Olho de Ferro e seus significados e propriedades

O Jaspe Olho de Ferro, também conhecido como Jaspe Tigre Ferro, é uma variedade de Jaspe que tem uma combinação de Jaspe Vermelho, Hematita e Olho de Tigre. Promove vitalidade e é extremamente útil para pessoas cansadas e que passam frequentemente por algum tipo de stress. É muito utilizada usado por artistas e cantores pois é um cristal que estimula a criatividade trazendo à tona nossos talentos. Excelente pedra para quem não consegue agir por conta própria ou que dá demasiado valor a opinião alheia pois ajuda a se libertar do medo da crítica e da auto-sabotagem.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE OLHO DE FERRO

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Vitalidade
  • Alivia o estresse
  • Revigorante
  • Auto-sabotagem
  • Medo de lidar com as críticas
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Pele de Cobra e seus significados e propriedades

Jaspe Pele de Cobra e seus significados e propriedades

O Jaspe Pele de Cobra é conhecido na medicina natural da Índia e China há milênios, devido as sua qualidades desinfetantes. Esta pedra combate vírus e bactérias e tem efeito altamente desinfetante. Pessoas que estão constantemente em contato com outras, deveriam tomar um copo de água preparado com Jaspe Pele de Cobra de vez em quando e trazer consigo este cristal como pedra protetora. O Jaspe Pele de Cobra fortalece o fígado, atenua a sensação de saciedade e reduz o colesterol, melhora a redução e eliminação de gorduras. Além disso, este maravilhoso mineral ativa a vontade de viver e tem efeito harmonizador sobre o corpo, espírito e a alma proporcionando maior força e persistência ativando as forças auto-curativas. Na meditação, percebemos se somos portadores de doenças ocultas e ativamos a vontade de auto-cura.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE PELE DE COBRA

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Índia, China

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  SiO2 ferro, manganês, limonito

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Harmoniza Yin e Yang
  • Autocura
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Pedra de proteção contra a gripe
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Crocodilo e seus significados e propriedades

Jaspe Crocodilo e seus significados e propriedades

O Jaspe Crocodilo, também conhecido por Jaspe Kambamba, é o nome que damos para este mineral formado por Algas Estromatólito fossilizadas encontradas na África. É uma pedra que fala da nossa realidade material e nos ajuda a compreendê-la melhor, expande a nossa compreensão da realidade cotidiana de forma a torná-la menos rígida em nossa visão. O Jaspe Crocodilo modifica a ordem de nossas prioridades para que possamos concentrar nossa atenção no que é importante e deixar ir o resto, traz à tona memórias, imagens, ideias que nos conectam à nossa essência e fortalece a nossa abertura ao mundo.

Trata-se de uma pedra que ajuda a resolver problemas de relacionamento, como abuso de poder ou de submissão, auxilia na liberação de pensamentos, crenças e padrões negativos, acalma a mente e promove sentimentos de paz, reduz o medo e aumenta a  autoestima, trazendo inspiração e coragem. Além disso, o Jaspe Crocodilo traz  sabedoria e capacidade de conviver com outras pessoas e é excelente para limpeza da a aura e alinhamento dos chakras.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida..

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão.

Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sanguínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior.

FICHA TÉCNICA DO JASPE CROCODILO

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Auxilia em problemas de relacionamento, como abuso de poder ou de submissão
  • Auxilia na liberação de pensamentos, crenças e padrões negativos
  • Acalma a mente e promove sentimentos de paz
  • Autoestima
  • Coragem
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Madagascar e seus significados e propriedades

Jaspe Madagascar e seus significados e propriedades

Jaspe Madagascar é uma impressionante nova descoberta da região onde recebeu seu nome, Madagascar. Ele foi descoberto por geólogos, em 2006, enquanto procuravam pelo Jaspe Oceano. Ainda existem poucas informações a respeito desta pedra, mas sabe-se que sua energia está ligada à estabilidade e ao equilíbrio da energia no corpo.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE MADAGASCAR

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Estabilidade
  • Equilíbrio emocional e energético
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Norenna e seus significados e propriedades

Jaspe Norenna e seus significados e propriedades

O Jaspe Norenna é extraído exclusivamente da região de Pilbara, na Austrália Ocidental. A localidade de onde se retira é dito situar perto da cidade mineira de minério de ferro de Newman e está a cerca de 700 milhas a norte da capital de Perth. O Jaspe Norenna é conhecido por seus padrões não-figurativos de vermelho oxidado ou um pouco de mostarda amarela juntamente com tons de creme. Este mineral está ganhando grande afeição pelos colecionadores por sua eminência de reparação, pois habilita seu portador a se sentir ligado às vibrações eletromagnéticas da natureza, a Terra.

O Jaspe Norenna permite que seu transportador empregue o vigor otimista e construtivo da natureza, de modo a aumentar a sua força de vontade junto com o foco. Este mineral incrível é utilizado para sustentar a vida eterna, bem como a tenacidade de aceitar as mudanças que a vida oferece auxiliando na busca de novas experiências. Desenvolve o instinto natural que ajuda a tomar decisões de maneira correta.

Este cristal é conhecido por ser uma pedra de um milhão de anos, suas manchas vermelhas são devido à presença de ferro na rocha. É reconhecida por fornecer um escudo protetor ao seu portador e salvá-lo das incertezas da vida útil.Também é muito eficaz para o trabalho com sonhos, pois ensina seu operador a apreciar a originalidade, o engenho e perseguir seus devaneios. Nas tradições, o Jaspe Norenna é altamente indicado para a vitalidade, além de resistência, é considerada um promotor da justiça no espaço da vida.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE NORENNA

Chakra: Base e Plexo Solar

Elemento: Terra

Origem:  Austrália

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Clarividência
  • Foco
  • Equilíbrio espiritual com o físico
  • Visão
  • Limpa a aura
  • Vigor
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Fertilidade
  • Impotência
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

 

 

Jaspe Zebra e seus significados e propriedades

Jaspe Zebra e seus significados e propriedades

A Pedra Jaspe Zebra é um cristal maravilhoso para meditação e concentração pois potencializa a sua apreciação pelas alegrias da vida e estimula a transição para o plano astral. Meditar com o Jaspe Zebra aumentará a sua compaixão e compreensão pelos outros e fará com que veja mais profundamente o seu eu interior. A pedra Jaspe Zebra é considerada uma pedra de enraizamento que nos mantém centrados com a terra durante elevados trabalhos espirituais.

Também é conhecida apenas por Pedra Zebra, e é considerada importante para o 1º e 4º Chakra. Ajuda na depressão e ansiedade. Esta pedra é conhecida por ser uma grande ajuda a equilibrar a energia, para trabalho ou lazer e por ajudar o seu portador a ver ambos os lados de qualquer situação. A pedra Jaspe Zebra é uma pedra que nos ajuda a manter o contacto com a mãe Terra e com a energia infinita do amor universal. Por causa dessa conexão pode ajudar-nos a perceber a realidade e a ver para além das ilusões o que a torna particularmente eficaz para proteger a nossa aura.

No plano físico a pedra Jaspe Zebra estimula a energia, e é benéfica para a estamina, resistência, ossos, osteoporose, dentes, gengivas, cãibras e palpitações. A pedra Jaspe Zebra é uma forma de jaspe com riscas pretas e brancas como uma zebra, movimenta e energiza quem a tem a ponto de ultrapassar a apatia e a transformar as ideias em ações. Também tem a capacidade de lhe dar a coragem para tomar as rédeas dos seus problemas e dar-lhe a determinação para levar os seus projetos a bom porto, motiva-nos a sair da apatia e a entrar em ação. Ajuda-nos a evitar estados de dúvidas e análises de situações e dá-nos a coragem que nos permite apreciar a experiência de viver no momento presente.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE ZEBRA

Chakra: Primeiro e Quarto

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Gêmeos

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Concentração
  • Alegria
  • Estimula a transição para o plano astral
  • Compaixão
  • Compreensão
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Ossos
  • Osteoporose
  • Dentes
  • Gengivas
  • Cãibras
  • Palpitações
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Madeira e seus significados e propriedades

Jaspe Madeira e seus significados e propriedades

O Jaspe Madeira é uma pedra extremamente ligada às energias da Terra, sendo capaz de nos prover equilíbrio em todas as áreas da vida. No corpo físico ele atua melhorando o nosso sistema imunológico e auxilia energeticamente o nosso corpo a purificar as energias, é excelente para ajudar a colocar as idéias e projetos em prática, para por fim a velhos padrões ,estimular os processos mentais , alcançar equilíbrio e assentamento, ancorar as energias, para equilibrar o físico e o mental.

A pedra Jaspe Madeira nos ajuda a ser mais compreensivo com o nosso próximo,também fortalece a memória, além disso é uma excelente pedra de proteção pois repele a negatividade. Ajuda a equilibrar o sistema físico, aumentar a sua energia, centralizar e manter os pés no chão, concentrar-se , achar soluções para problemas, auxilia na eliminação de medos escondidos, de repressão, trabalha questões cármicas, traumas atuais, traz o Eu Superior de volta.

Para usufruir das qualidades desta pedra, você pode simplesmente segurá-la por um tempo em sua mão, fazer o elixir para tomar, deixar em um copo com água preferencialmente a noite e depois tomar em jejum pela manhã, ou durante a meditação ou usar entre os pés para absorver as energias da terra.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE MADEIRA

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Provê equilíbrio para a vida
  • Purifica as energias
  • Ajuda a colocar os projetos em prática
  • Elimina velhos hábitos
  • Estimula os processos mentais
  • Assentamento de energias
  • Compreensão
  • Fortalece a memória
  • Repele as energias negativas
  • Ajuda a encontrar soluções para os problemas
  • Trabalha questões cármicas
  • Trabalha os traumas atuais
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Melhora o sistema imunológico
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe e seus significados e propriedades

Jaspe e seus significados e propriedades

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

 

FICHA TÉCNICA DO JASPE

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

ENCONTRE AQUI diferentes tamanhos, formas e até mesmo bijuterias JASPE através da nossa loja virtual clicando aqui.

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Rosa e seus significados e propriedades

Jaspe Rosa e seus significados e propriedades

O Jaspe Rosa é conhecido como o “nutriente supremo” pois apoia e dá suporte em momentos de tensão, proporcionando tranquilidade e lembrando as pessoas para ajudar uns aos outros. Este mineral rosado aumenta a empatia, paz interior, ternura e amor.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

 

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE ROSA

Chakra: Coração

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Áries

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Empatia
  • Paz interior
  • Ternura
  • Amor
  • Acalma as tensões
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Relaxante muscular
  • Ajuda na cura de problemas cardíacos
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Marrom Listrado e seus significados e propriedades

Jaspe Marrom Listrado e seus significados e propriedades

O Jaspe Marrom Listrado, também conhecido como Jaspe Policromo, é um mineral de proteção ao viajar entre  dois mundos muito apreciada por quem costuma fazer viagens xamânicas e astrais, é uma pedra que faz você se sentir parte da terra, se conectando com as pessoas por sua força e não por necessidade, ajuda efetivamente se integrar em tudo com foco, determinação e mantendo os pés no chão, auxilia na afirmação pessoal, libera medos escondidos, repressão profunda, é muito usada em regressão para vidas passadas, lembranças de eventos traumáticos marcantes atuantes na vida presente.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE MARROM LISTRADO

Chakra: Laringe e frontal

Elemento: Terra

Energia: Receptiva

Planeta: Saturno

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Protegem em Viagens astrais e xamânicas
  • Conexão com a terra
  • Foco
  • Auxilia na afirmação pessoal
  • Libera medos escondidos
  • Repressão profunda
  • Protege na maternidade
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Jaspe Marrom e seus significados e propriedades

Jaspe Marrom e seus significados e propriedades

O Jaspe Marrom, dentre todas as variações de Jaspe, é a que está mais sintonizada e ligada a energia do elemento Terra. Trás estabilidade física, emocional e espiritual além de equilíbrio e prosperidade. Sua estabilidade também afeta a saúde do corpo físico, trazendo enormes benefícios ao sistema imunológico e eliminando as toxinas.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

No século IV, o Jaspe era reconhecido como dispersador de espíritos malignos e protetor daqueles que o usavam contra mordidas de criaturas venenosas. Um autor anônimo alemão do século XI ou XII assegurava que, se o Jaspe fosse colocado em uma mordida de cobra, o veneno seria totalmente absorvido da ferida. Além disso, esta linda pedra era incrustada em Ouro e usada sobre o peitoral dos sacerdotes no tempo de Aarão.

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE MARROM

Chakra: Base

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Touro e Virgem

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Estabilidade
  • Equilíbrio
  • Prosperidade
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Sistema imunológico
  • Elimina toxinas
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura