Jaspe Zebra e seus significados e propriedades

Jaspe Zebra e seus significados e propriedades

A Pedra Jaspe Zebra é um cristal maravilhoso para meditação e concentração pois potencializa a sua apreciação pelas alegrias da vida e estimula a transição para o plano astral. Meditar com o Jaspe Zebra aumentará a sua compaixão e compreensão pelos outros e fará com que veja mais profundamente o seu eu interior. A pedra Jaspe Zebra é considerada uma pedra de enraizamento que nos mantém centrados com a terra durante elevados trabalhos espirituais.

Também é conhecida apenas por Pedra Zebra, e é considerada importante para o 1º e 4º Chakra. Ajuda na depressão e ansiedade. Esta pedra é conhecida por ser uma grande ajuda a equilibrar a energia, para trabalho ou lazer e por ajudar o seu portador a ver ambos os lados de qualquer situação. A pedra Jaspe Zebra é uma pedra que nos ajuda a manter o contacto com a mãe Terra e com a energia infinita do amor universal. Por causa dessa conexão pode ajudar-nos a perceber a realidade e a ver para além das ilusões o que a torna particularmente eficaz para proteger a nossa aura.

No plano físico a pedra Jaspe Zebra estimula a energia, e é benéfica para a estamina, resistência, ossos, osteoporose, dentes, gengivas, cãibras e palpitações. A pedra Jaspe Zebra é uma forma de jaspe com riscas pretas e brancas como uma zebra, movimenta e energiza quem a tem a ponto de ultrapassar a apatia e a transformar as ideias em ações. Também tem a capacidade de lhe dar a coragem para tomar as rédeas dos seus problemas e dar-lhe a determinação para levar os seus projetos a bom porto, motiva-nos a sair da apatia e a entrar em ação. Ajuda-nos a evitar estados de dúvidas e análises de situações e dá-nos a coragem que nos permite apreciar a experiência de viver no momento presente.

A pedra de Jaspe é outro membro da família das Calcedônias que pode ser encontrado no mundo inteiro em diversos tons de cor e textura. Seu nome significa “pedra manchada ou salpicada” e é considerada a “mãe de todas as pedras”. Muitos especialistas em curas e litoterapia sugerem o uso do Jaspe em elixires, isso porque a ação deste cristal é demorada por causa de sua baixa e branda vibração energética, o que significa que suas energias não superestimularão nenhuma parte do corpo. De fato, esta pedra é considerada mais eficaz se usada por um longo período de tempo pelo usuário, pois ela trabalha lentamente. Qualquer benefício de Jaspe leva tempo para acontecer, por ele ser um trabalhador metódico e meticuloso, contudo o resultado total do seu uso em práticas de cura será a unificação de todos os aspectos de sua vida.

Com paciência, qualquer pessoa usando o Jaspe sentirá uma continuidade de espírito e de corpo que pode melhorar grandemente tanto no trabalho quanto no lazer. Além disso, cada cor do Jaspe tem qualidades específicas quando usada sozinha. O Jaspe funciona bem usado em conjunto com as Opalas e é recomendado para executivos, por tornar mais ágil o pensamento e também por ajudá-los a suportar o stress. Na antiguidade, o Jaspe tinha uma grande reputação como provocador de chuvas, talvez a coloração verde da pedra tenha sugerido sua associação com campos verdes, como sugere o autor de Lithica, no século IV: “Os deuses propícios ouvirão com atenção às preces, daqueles que usam o verde Jaspe polido, sua gleba seca, ele saciará com chuvas e enviará água para encharcar a terra.”

O Jaspe pode ser usado em forma bruta ou lapidada, seu poder nos dá apoio durante períodos difíceis na vida trazendo tranquilidade, unifica todos os aspectos da nossa vida, tem propriedades curativas e lembra as pessoas de se ajudarem mutuamente. Entre os judeus, o Jaspe tinha um significado muito importante pois eles acreditavam que o Jaspe era a primeira pedra fundamental da nova Jerusalém. Os antigos gregos acreditavam que o Jaspe assegurava ao seu usuário harmonia interior e um matrimônio feliz. As mulheres acreditavam que o Jaspe as livrava das moléstias femininas e lhes proporcionava uma gravidez harmônica. Os antigos romanos usavam o Jaspe e acreditavam que ele afastava demônios e espíritos malignos.

Para o corpo físico, o Jaspe é uma pedra muito poderosa e pode estancar sangramentos. Ele harmoniza o sistema nervoso, melhora as moléstias do fígado, estômago e baço. A água fortalecida com Jaspe (elixir) tem efeitos regeneradores sobre o corpo. Em casos de gravidez, diminui náuseas e previne os freqüentes vômitos, proporcionando às gestantes uma gravidez cheia de harmonia e amor ao nascituro.

Na mente humana o Jaspe tem poderes harmonizantes sobre as flutuações negativas do corpo. Ele funciona como um pára-raios e nos livra dos influxos de outras pessoas, proporcionando um alto grau de harmonia interior, que se traduz em mais satisfação e compreensão no matrimônio, na amizade e no exercício da profissão. Na meditação, a penetração sobre o chacra impele as forças do Jaspe sobre a circulação sangüínea em todo nosso corpo. Com ele conseguimos uma fase de distensão e sentimos a nossa alma liberta de bloqueios e constrições.

O Jaspe e as suas variedades costumam agrupar-se no grupo a que pertencem a Ágata e a Calcedônia , que incluem as variedades de quartzo brosas e granulosas. O Jaspe é uma variedade densa e opaca, microcristalina, de quartzo e os seus grãos são nos, semelhantes a grãos de açúcar ocorrendo em nódulos ou no enchimento de fissuras numa variedade de cores: castanho, branco, cinzento azulado, cinzento, laranja, amarelo, vermelho, rosado, verde, púrpura, multicolor.

A característica mais referida do Jaspe é a de proteger e nutrir, razão pela qual lhe é dado o nome de “pedra nutridora”. É uma pedra do elemento Terra com uma energia de frequência lenta e estável, alinhada com o campo eletromagnético do planeta. Como tal, é uma pedra de enraizamento por excelência e também de estabilidade, conforto e segurança, aumentando a força física. A presença do Jaspe equilibra a aura, permitindo um sentimento de completude e de paz. Aumenta a consciência da presença do corpo físico e promove a consciência ambiental e de comunhão entre todos os seres que habitam a Terra.

O Jaspe tem sido usado desde a Antiguidade, sendo a 12ª pedra do peitoral do Grande Sacerdote judaico. Era considerado como uma pedra de proteção, tanto no plano físico como espiritual. Os egípcios gravavam em pedaços de Jaspe símbolos e imagens religiosas, bem como inscrições do Livro dos Mortos e acompanhavam as múmias na sua passagem para o Além. Amuletos e anéis de sinete eram esculpidos em Jaspe. A tradição atribui o nome do apóstolo Pedro à pedra de Jaspe, num paralelismo simbólico em que este representa a “rocha sobre a qual Cristo ergueu a sua Igreja”. Para além disto, os nativos americanos e os europeus da Idade Média atribuíam ao Jaspe a capacidade de trazer chuva.

A grande acessibilidade do Jaspe faz com que tenha pouco valor econômico mas as suas propriedades metafísicas fazem desta uma pedra inestimável, havendo colecionadores que se especializam nas muitas variedades deste mineral. Conforme as suas cores, o Jaspe tem sido associado à prosperidade, à agricultura ou jardinagem e tem sido visto como pedra de nutrição e proteção. A sua proteção é simultaneamente poderosa e suave. O Jaspe equilibra as energias yin e yang e isso ajuda os processos de cura, ao mesmo tempo que traz um sentimento de paz e de tranquilidade.

Atribui-se ao Jaspe uma ação calmante e relaxante no plano mental e emocional, levando a pessoa a sentir-se tranquila mesmo em situações difíceis ou desafiadoras. Ajuda a curar traumas e perturbações emocionais, facilitando o processo de cura profunda a este nível. Esta pedra ajuda a auto cura e leva a encontrar um conforto emocional que gera um sentimento de bondade e de empatia com todos os seres. Talvez seja por isso que a tradição diz que esta pedra traz beleza para a vida de quem a possui, tanto exterior como interior. O Jaspe suaviza todos os processos mentais, sendo por isso uma boa pedra para os estudantes ansiosos na situação de exame ou de teste pois faz superar os medos e ajuda a alcançar a tranquilidade necessária para pensar e resolver os problemas. Como referimos, o Jaspe encontra-se numa grande variedade de cores e de formas

FICHA TÉCNICA DO JASPE ZEBRA

Chakra: Primeiro e Quarto

Elemento: Terra

Origem:  Brasil, África do Sul, Índia, Austrália, Madagascar

Signo: Gêmeos

Dureza: 7  Mohs

Composição:  Óxido de sílica, dióxido com ferro, manganês, enxofre, traços de magnésio

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Concentração
  • Alegria
  • Estimula a transição para o plano astral
  • Compaixão
  • Compreensão
  • Energia sexual
  • Protege na maternidade
  • Liberação
  • Desoneração de cargas
  • Alta consciência de responsabilidade
  • Reconhecimento
  • Liberdade
  • Sono tranqüilo
  • Senso de segurança
  • Acessibilidade
  • Desacostuma de fumo e álcool
  • Cura

Efeitos terapêuticos:

  • Ossos
  • Osteoporose
  • Dentes
  • Gengivas
  • Cãibras
  • Palpitações
  • Sistema nervoso
  • Bexiga
  • Gravidez
  • Fígado
  • Estômago
  • Baço
  • Excesso de peso
  • Acúmulo de gordura

Ágata Azul e seus significados e propriedades

Ágata Azul e seus significados e propriedades

Antigamente a Ágata Azul era encontrada na região da Sicília (Itália) e até início do século XIX, era minerada na Alemanha, mas essas jazidas se esgotaram.

Atualmente, encontram-se no sul do Brasil e ao norte do Uruguai e são extraídas com a ametista, calcedônia, citrino e coralina.

Há 3.000 anos a ágata já era trabalhada no Egito sob a forma de selos, pedras para anéis, gemas e vasilhas.

Foi utilizada também como amuleto, para proteger do raio e da tempestade.

Na natureza, as ágatas de tom cinza ou marrom são mais frequentes e encontrar uma Ágata no tom azul natural, sem refinamento, é muito, muito difícil.

Por isso a maior parte das Ágatas azuis encontradas no mercado são coloridas artificialmente por diversos tipos de processos que vão desde temperatura, radiação até mesmo com corantes.

Ainda assim a ágata azul não perde seus dons, na verdade ela acaba recebendo novos potenciais pois a cor influencia diretamente na vibração energética do cristal.

Por isso cada cor e tipo de Ágata tem uma função diferente da outra. Afinal, querendo ou não, ao mudar a cor do cristal você está mexendo na estrutura química e física dele.

O cristal Ágata Azul é uma variação do cristal Ágata, e produz sensações de bem-estar, promovendo a paz e a felicidade.

Está associada à cura e através da sua energia confere força e vitalidade a quem a tem junto de si, também contém um forte poder protetor afastando as energias negativas, reforçando os sentimentos de amizade e harmonia.

Sua frequência facilita a comunicação de forma autêntica, sem temor da censura ou julgamento do outro.

Faz com que consigamos nos manifestar com mais firmeza nosso verdadeiro eu, sem se prender à máscaras sociais e conveniências momentâneas, que depois cobram um preço muito alto na saúde.

Por exemplo, quando alguém se submete a uma situação com a qual não concorda, sem se colocar, sem dizer o que sente verdadeiramente (o que sempre pode ser feito de forma delicada, mas firme), existe uma alta probabilidade de se congestionar o chakra laríngeo.

Se esta for uma característica de sua personalidade, podem ocorrer problemas na região da garganta e na tireoide.

A Ágata Azul ajuda a liberar a raiva reprimida, o que afeta também o fígado.

Assim, ela também serve para reequilibrar as energias desse importante órgão.

O uso desta pedra e de sua essência traz ainda maior graça e leveza aos movimentos.

Outras virtudes curativas dela incluem trazer maior objetividade a pessoas que rodeiam muito para resolver as coisas.

Amplia os estados de consciência, facilitando a entrada em estado Alfa para as meditações e libera tensões, principalmente na região do pescoço.

Você pode se beneficiar de suas propriedades usando uma peça de ágata azul, seja no bolso, ou em algum acessório, ou até mesmo a água em que ela foi banhada.

Como atua diretamente sobre o cérebro, a ágata azul é indicada para equilibrar a mente e organizar as ideias, ajudando-nos a encontrar o caminho certo para nós.

Facilita a elevação espiritual e ajuda-nos a alcançar estados mentais mais elevados.

Proporciona a clareza de pensamento e aumentando a intuição, a serenidade e a capacidade de percepção.

Traga este cristal consigo para estar protegido contra invejas, intrigas e boatos.

Com este cristal conseguirá manter o equilíbrio mental e a paz de espírito para seguir em frente com as suas metas, sem se deixar perturbar.

A palavra Ágata significa “boa”, “bondosa”, “pedra do bem”.

O nome foi popularizado através da escritora de romances policiais ingleses, Agatha Christie.

As Ágatas são encontradas no mercado em várias cores produzidas artificialmente, mas as cores naturais são geralmente pálidas e cinzentas.

É importante saber que estes processos de colorização, mesmo não sendo naturais, não diminuem os poderes deste cristal e sim os dão novos potenciais.

As Ágatas são pedras que têm o poder de harmonizar yin e yang, as forças positiva e negativa que mantém o equilíbrio do universo.

Tem grande poder de cura, trabalha com os chakras e age conforme a cor de cada tipo.

Tonifica e revigora o corpo, ajuda a despertar e abrir o seu interior.

Em crianças é usada como proteção.

As Ágatas são encontradas em várias cores, mas as cores naturais são geralmente pálidas e cinzentas. Por meios artificiais adquirem colorações diferentes e tonalidades brilhantes.

A Ágata era usada no Egito como amuleto dos Faraós, servia para proteger dos raios e das tempestades, aplacar a sede e ajudar na verbalização.

Hoje é muito usada na confecção de objetos de arte (cabos de talheres, cinzeiros, bandejas, espátulas, maçanetas de portas), pedra para anel, broches, etc.

Ajuda a harmonizar a existência de quem a usa e induz a um suave relaxamento.

Como outras pedras afinada com a terra, pode favorecer o desempenho sexual, também alivia problemas estomacais e do sistema endócrino.

A dureza na Ágata na escala Moh é de 7, isto significa que a Ágata Azul não consegue ser riscada com agulha, tesoura ou vidro.

Esta dureza é uma das formas de definir a pedra natural.

Além disso, sua lasca pode riscar um vidro de janela.

De acordo com as lendas Árabes a Ágata ajuda a distinguir entre verdadeiros e falsos amigos.

Esta bela pedra é encontrada em todos os cantos do nosso planeta mas é mais famosa no Brasil, Ural, África e Índia. É raro encontrar Ágatas na Austrália e do Canadá.

Primeiro de tudo, lembre-se que a pedra deve ser tratada com respeito e não jogada em qualquer lugar.

É recomendado guardar seus cristais em sacos feitos de tecido natural (algodão, linho ou mesmo o couro são excelentes para a ocasião).

Você pode optar também em uma caixa de madeira.

É um cristal que têm o poder de harmonizar as forças positivas e negativas que mantém o equilíbrio do universo.

Possui grande poder de cura e age conforme a cor de cada tipo.

Tonifica e revigora o corpo, ajuda a despertar e abrir o seu interior.

Em crianças é usada como proteção.

A maioria das ágatas nasce como nódulos em rochas eruptivas, ou antigas lavas, onde preenchem as cavidades produzidas originalmente pela desagregação do vapor na massa derretida, e então preenchido, completamente ou parcialmente, pela matéria silicosa depositada em camadas regulares em cima das paredes.

Tais ágatas, quando cortadas transversalmente, exibem uma sucessão de linhas paralelas.

Frequentemente de extrema tenuidade, dando uma aparência unida à seção, e por isso tais minerais são conhecidas como ágata unida e ágata listrada.

Na formação de uma ágata ordinária, é provável que as águas que contêm sílica dissolvida – derivada, talvez, da decomposição de alguns dos silicatos presentes na própria lava – infiltraram-se através da rocha, depositando um revestimento silicioso no interior das vesículas produzidas por vapor.

As variações no caráter da solução, ou nas condições de deposição, podem causar variações correspondentes nas camadas sucessivas, de modo que as faixas de calcedônia frequentemente alternam com camadas de quartzo cristalino.

Várias vesículas de vapor podem unir-se enquanto a rocha for viscosa, e assim dar forma a uma cavidade grande que possa se transformar em receptáculo de uma ágata de tamanho excepcional; assim um geodo brasileiro, revestido de ametista, pesando 35 toneladas que foi exibido na Exposição de Dusseldorf de 1902.

Muitas ágatas são ocas, uma vez que a deposição não prosseguiu pelo tempo suficiente para encher a cavidade. 

Nesses casos o último depósito consiste geralmente de quartzo, frequentemente ametista, tendo os ápices dos cristais dirigidos para o espaço livre, formando uma cavidade, uma drusa ou um geodo revestido por cristais.

VEJA TAMBÉM:

Ágata 

Ágata Rosa

Ágata de Fogo

FICHA TÉCNICA DA ÁGATA AZUL

Signo: Libra, Aquário, Capricórnio

Chakra: Laríngeo

Elemento: Ar

Vibração: Média / Baixa

Profissão: Publicitários, comunicadores, políticos, oradores, telemarketing

Origem: Brasil , Botswana, Alemanha, Índia, Madagascar, EUA

Dureza: 7 Mohs

Composição química: Sílica SiO2

Efeitos esotéricos e psíquicos:

  • Comunicação
  • Foco
  • Organização mental
  • Ensina a se posicionar de forma correta perante as situações
  • Graça e leveza aos movimentos
  • Cura
  • Traz maior objetividade à pessoas que rodeiam muito para resolver as coisas
  • Amplia os estados de consciência
  • Libera tensões

Efeitos terapêuticos:

  • Problemas estomacais
  • Sistema endócrino
  • Estresse
  • Problemas relacionados aos órgãos vocais (laringite, amigdalite, etc…)